Blue Zones: descubra os segredos da longevidade

Publicado em 28 de setembro de 2020
Blue Zones: descubra os segredos da longevidade

Pesquisadores descobriram cinco lugares no mundo onde as pessoas vivem mais e melhor e identificaram as características de estilo de vida que contribuem para essa longevidade. São os 9 poderes das Blue Zones!

O que é preciso fazer para viver mais e melhor? De nada adianta chegar aos 100 se não houver saúde. E é essa “receita” da longevidade ativa, da longevidade saudável, que as Blue Zones nos ensinam.

Essa história começa lá em 2004, quando o explorador e jornalista Dan Buettner, junto com uma equipe da National Geographic e pesquisadores de longevidade identificaram algumas regiões do mundo em que as pessoas vivem mais e melhor.

Conheça as Blue Zones, ou zonas azuis, em português

  • Ikaria, Grécia
  • Loma Linda, Califórnia
  • Sardenha, Itália
  • Okinawa, Japão
  • Nikoya, Costa Rica

São lugares realmente impressionantes, onde as pessoas chegam aos 100 anos em taxas 10 vezes maiores que nos Estados Unidos. E o melhor é que são pessoas saudáveis, que conseguem manter, mesmo com idades avançadas, um bom nível de autonomia e atividade.

Os pesquisadores chamaram esses locais de Blue Zones, ou Zonas Azuis, e, depois de identificá-los, foram com cientistas e outros especialistas investigar o que havia no estilo de vida daquelas pessoas que poderia explicar a longevidade.

Acredite, uma coisa é fato: a longevidade não se faz na velhice, mas sim nas escolhas feitas ao longo de vida.

Eles acabaram mapeando 9 características de estilo de vida que chamaram de Power 9, os 9 poderes.

Os 9 poderes das Blue Zones

1. Movimente-se naturalmente

Você não precisa levantar um monte de peso ou correr uma maratona para ter uma vida ativa e deixar de ser sedentário. Pelo contrário, o ideal é que você se movimente bastante no dia a dia, faça o máximo de atividades possíveis caminhando, tenha atividades de lazer que incluam movimento, ou seja, viva em um ambiente em que o movimento natural faça parte da rotina sem que você precise pensar nisso.

2. Tenha um propósito

O que te faz ter vontade de levantar pela manhã? Qual o legado você quer deixar? O que te dá realmente prazer? Ter esse norte, uma ideia que te faça colocar a vida em movimento, pensar em planos e projetos é fundamental para a saúde. E segundo a pesquisa das Blue Zones, conhecer seu senso de propósito vale até sete anos de expectativa de vida extra.

3. Relaxe e desacelere

O estresse faz parte da vida de qualquer pessoa, até mesmo de quem vive nas Blue Zones, mas então, o que eles fazem de diferente? Incluem na rotina momentos de descanso e relaxamento. Pode ser um happy hour, uma soneca no meio do dia, meditação ou oração: não importa o quê, o importante mesmo é que você encontre no seu dia a dia (e não apenas no fim de semana ou nas férias) formas de relaxar e desacelerar. O corpo e a mente agradecerão.

4. Regra de 80%

Essa regra diz que você deve parar de comer quando seu estômago estiver 80% cheio. Essa diferença de 20% entre não sentir fome e sentir-se cheia pode ser a diferença entre perder ou ganhar peso. As pessoas nas zonas azuis fazem sua menor refeição no final da tarde ou no início da noite e depois não comem mais o resto do dia.

5. Coma mais vegetais

Porções pequenas, com muitos vegetais e pouca carne são a base da maioria das dietas centenárias. A carne, que aqui no Brasil está em quase todas as refeições, entra no prato deles em média cinco vezes por mês.

6. Tome uma tacinha de vinho todos os dias

Tomar uma taça de vinho por dia, de preferência na companhia de pessoas queridas (lembre-se de que você pode ser uma ótima companhia a si mesmo) está na receita de saúde das zonas azuis, porém atenção: não vale deixar de tomar o vinhozinho da semana para arrebentar de beber no fim de semana. A ideia aqui é justamente a parcimônia.

7. Tenha pessoas legais por perto e cultive sua fé

Estar rodeado de pessoas legais, ter sua própria espiritualidade e participar de reuniões com essas pessoas também está na receita das Blue Zones.

8. Conviva com a família

Os longevos das Blue Zones se mantém próximos da família, perto de pais, avós e tios e cuidam deles quando necessário, sempre de forma carinhosa e amorosa.

9. Participe de grupos interessantes

As pessoas de vida mais longa do mundo escolheram conviver em círculos sociais que apoiam comportamentos saudáveis. Pesquisas mostram que fumar, obesidade, felicidade e até solidão são contagiosos. Portanto, é importante ter redes sociais de pessoas que ajudem a moldar favoravelmente seus comportamentos de saúde.

Por fim, os 9 poderes não são “super poderes” acessíveis apenas a “super heroínas”. Eles podem até exigir uma revisão do nosso estilo de vida, mudança de hábitos e certa disciplina, mas é um jeito de viver bem plausível. Que tal pensar nisso?

Compartilhar

Botão Whatsapp